0

Momento de reflexão

Olá pessoas.

Faz umas semanas que não escrevo meu livro, parece que ainda tenho meus momentos de inspiração 0 e acabo fazendo outras coisas, por isso andei desenhando meus rascunhos, ainda faltam terminar alguns pedaços, também estou dando continuidade a um projeto que trás meu lado mais sombrio e triste da minha época de escola, com relação às pessoas e minha personalidade. Assim que fazemos com nossas artes, nós colocamos tudo que tem dentro de nós no papel no desenho ou na escrita, nossos sentimentos mais profundos, nosso amor, nosso ódio. Não é bacana? Podemos tirar nossas melhores inspirações, diferentes tipos de artes e mostrar para o mundo, inclusive indico muito.

Dias atrás eu estava ouvindo sinthypop, um som bem sexy e me veio na cabeça uma cena bastante sensual para um casal yaoi, fiz o rascunho e desenhei. Ficou tão lindo e sexy que arranquei fôlego das pessoas, também surpresa para aquelas que não estão acostumados, mas essa foi uma expressão de arte que estava aflorando dentro de mim e coloquei no papel, é o que mais gosto de fazer nos meus desenhos e minhas histórias. Exatamente como cantores expressam seus sentimentos na música, nos intrumentos, na composição. (O desenho esta na minha página do facebook quem estiver interessado em ver)

Claro que temos nossos dias de que não temos vontade nenhuma de escrever, desenhar ou sequer sentar na mesa e continuar nosso trabalho. É natural, faz parte da nossa natureza ter um pouco dessa preguiça e sem inspiração. Quando eu estou sem ideias e não sai nada no papel, minha mente fica sempre se questionando, é chato. Eu parei pra ler alguns livros e minha cabeça começou a trabalhar novamente, é muito engraçado e gostoso. Só basta você pegar algum livro, anime ou mangá de algum estilo que ama e sua história que tanto deseja criar aparece na sua cabeca com um passe de mágica. Não precisa ser exatamente ser uma história surpreendente, por exemplo, um livro que você achou um plot legal e o personagem fez uma decisão idiota e você faria de outro jeito, esse é um caminho pra você criar sua história bacana. Basta alimentar sua mente com referências e tudo o que mais gosta de ler.

O que tem me ajudado bastante também foi assistir algumas palestras da Monja Coen sobre entender o seu interior, depressão e outros assuntos que tem me ajudado bastante a lidar com situações difíceis que ocorreu esse ano, isso acabou sendo uma terapia para mim, minha cabeça estava tão bagunçada, meu relacionamento com as pessoas estava muito abalado, meu ódio estava se fortalecendo, minha depressão estava se alimentando com meus pensamentos negativos. Mesmo passando por isso soube que era uma fase, foi uma fase de aprendizagem, as pessoas com quem confiei não eram as que esperava mas dessa vez serei esperto, minha amizade mais íntima se fortaleceu, pude perceber que isso era normal, sofrimento faz parte da nova vida, o que precisamos é saber lidar com ela para não passarmos por isso novamente. Passamos por mudanças na nossa vida sempre, mas não podemos perder nossa esperança mesmo que tudo continua dando errado, temos que apreciar a vida mesmo sendo pouca coisa. Pude perceber que a cada dia que passa eu estou perdendo um desenho que eu poderia estar terminando, precisamos focar no que nos faz mais feliz e aproveitar ele.

Espero que eu continue servindo como inspiração para os meus colegas e leitores, mesmo não me tornando tão presente, mesmo não fazendo ideia de quando eu irei mostrar minha arte novamente. Mas quero ainda mostrar um pouco de mim até voltar com tudo e prometo ajuda-los assim no que for possível.

Beijos e até a próxima.

Anúncios
0

Um pouco de drama não faz mal a ninguém

Olá mores, a música inspirada no post de hoje é essa obra de arte da Kokia.

Semana passada (12/07) fiz aniversário, completei 23 anos. É uma pena que não fiz desenho de aniversário como tradição, continua sendo um ano bastante conturbado para mim, foi um dia normal como qualquer outro, digamos que foi o aniversário mais chato e solitário da minha vida. Eu tirei a notificação do Facebook pq não tenho muita paciência pra parabéns vazios de algumas pessoas que eu tenho certeza que não estão sendo sinceras, então apenas umas 5 pessoas vieram me parabenizar, mas não me importo, estou feliz mesmo assim, aliás morro de preguiça de parabenizar outras pessoas então não estou cobrando, parabenizo as pessoas quem eu realmente gosto e me importo. O ruim é que peguei um resfriado horrível também, acabei tendo febre de madrugada e meu nariz entupiu bastante, achei que ia morrer. Kkk

Foi um ano tão ruim que o aniversário não seria diferente, fiquei pensando nesses dias e cheguei na conclusão que esse foi o ano que as pessoas que eu gosto me decepcionaram tanto que pra mim seria melhor eu me afastar e acalmar minha mente porque eu estou quase surtando. Quanto mais eu quero me abrir para as pessoas me entenderem o que eu sinto, mais eu me sinto afastado e as pessoas me acham chato e dramático… drama, não sei se eu diria que eu amo essa palavra, eu amo tanto filmes/séries/animes de dramas que meus trabalhos são todos com esse tema, meu sonho é fazer meu leitor chorar com minhas histórias de drama, espero algum dia conseguir. Mas quando me falam que sou muito dramático e só choro eu tenho raiva, mas eu sou assim e não posso evitar, as pessoas acham que eu faço de propósito, que faço por birra, mas realmente não está sendo um ano fácil pra mim, por que eu preciso ouvir essas coisas? Por isso eu estou cansado, quero me afastar de tudo isso, não sou obrigado a aturar isso, me esqueçam então se estou incomodando. Isso faz parte da minha personalidade e não vou mudar por causa do que as pessoas digam ou zombam. Estou aproveitando meu momento de drama pra colocar no papel e no meu livro como sempre fiz, aliás estou tendo bastante inspiração para os meus trabalhos.

Ainda não sei quando eu volto a desenhar meus projetos, mas por enquanto estou fazendo os rascunhos das páginas pra não perder a mania porque estou com a péssima mania de esperar uma solução cair do céu enquanto fico muito tempo sem desenhar, estão vou pegar mais pesado comigo mesmo pra não ficar pensando muito na vida e surtar e virar uma Tulla Luana da vida.

Também estou escrevendo bastante meu livro Cold Heart que está ficando muito bom, estou colocando os plots interessante pra acontecerem logo pra não ficar com muita lenga lenga e cansar o leitor, também estou colocando meus sentimentos e carinho nele, espero no fundo do meu coração que leiam e gostem.

Sinto falta do meu notebook, da emoção de escanear meus rascunhos e começar a digitalizar no meu tablet, pegar referência de yaoi pra novas histórias, novas posições, novos músculos. Sinto falta de entrar no meu reprodutor de música e ouvir minhas músicas japonesas (Não tem tudo que eu gosto de ouvir no spotify então eu tenho que baixar toda hora pra ouvir no celular), mas não tem jeito… Terei que ter paciência e trabalhar meu psicológico, ainda tenho esperança de que meu caminho irá se abrir.

Beijos e não esqueçam de ler meu livro e comentar, será um enorme prazer. ❤

 

0

Cold Heart de volta com mudanças e um pedido muito legal

Olá

Estou refazendo os capítulos de Cold Heart, lembram dele? Algumas pessoas leram ele e como eu estou sem notebook resolvi voltar com ele por enquanto já que estou entediado e minha cabeça está fritando ideias. Estou escrevendo tudo de novo porque algumas coisas não fazem sentido quando escrevi naquela época, ajustar essas coisas vai me ajudar a dar mais facilidade de continuar a história. Tem uma parte que conta sobre a balada e ficou muito idiota porque naquela época eu não fazia ideia de como era ir em uma, até que fui no ano passado e deu uma ideia de como é. Por isso digo que escrever um livro/roteiro é muito complicado porque você se põe no lugar do personagem e você tem que sair da zona de conforto, tem que descrever situação que você não está acostumado, por exemplo, restaurante chique eu sofri pra imaginar porque eu nunca fui e tenho que me basear em algumas séries, tenho que pesquisar na Internet pra não sair feio na história, principalmente no coma da mãe de Julien.

Outra coisa que achei muito importante mudar foi essa coisa do Julien aceitar a sexualidade dele por que de alguma forma por causa disso que sua mãe quis se matar e a família dele o culpa por isso, na história eu estava esquecendo esse detalhe importante e ele estava muito normal, sem um trauma e já comentaram sobre isso, só agora me dei conta. Dessa vez vou fortalecer essa rejeição que ele tem por ser gay e isso claro trará decepção de seus amigos e pelos leitores também. Realmente algumas pessoas não sabem o quanto é complicado se assumir quando seus pais te julgam da pior forma possível e meu amigo passou por algo assim que nunca imaginei.

Ontem eu pensei na construção dos personagens dos pais do Johnson, empresas e relações delas com outras empresas e posso dizer que foi muito divertido, o segredo é você pensar no começo da coisa e já tenho o plot pro meio e um final ótimo pra história, meu desafio é construir a personalidade e decisões de cada personagem, Julien se tornou mais fácil pois ele é sem dúvidas parecido comigo e coloquei alguns defeitos nele que farei ele desenvolver com o tempo. Ontem pensei nos nomes da empresa do pai do Johnson e da esposa dele, isso vai ser importante principalmente na hora de fazer o diálogo dele com o Julien, pois mesmo tendo um sofrimento em comum eles se tornam melhores amigos, tanto que o Johnson vai se apoiar no amigo nas piores decisões da sua vida. Sempre é bom desenvolver o passado de cada um dos personagens para criar o futuro deles e assim a história ganha riqueza de detalhes, sem dúvidas te dá uma empolgação e quero aproveitar isso pra terminar a história enquanto eu não desenho, convido vocês para acompanhar comigo porque eu não serei bonzinho e trarei muito plots interessantes.

Estou pegando a história do Fanfiction e reescrevendo no aplicativo whattpad, o estranho é que ele fica bugado, já que a tecnologia andou me pregando peças comigo estou escrevendo no caderno e depois escrevendo pelo celular que é complicadinho, mas infelizmente é o único jeito para não perder a mania e ficar na cama desanimado enquanto procuro um emprego não está fazendo bem pra mim.

Para ler é  só clicar nesse link, para quem já leu eu convido para ler de novo que dessa vez ficou melhor, prometo que vai ficar interessante!

http://my.w.tt/UiNb/WEwC98Z3nD

Outra novidade que queria passar é que recebi uma história e um leitor muito gentil, ele me pediu para fazer uma resenha, a história parece ótima e estou ansioso para fazer meu review. Estou tendo vergonha na cara e lendo mais histórias, quero trazer conteúdo para o meu blog, na verdade estava querendo trazer esse tipo de conteúdo para cá, mas estava sem coragem e desanimado. Então convido aos meus leitores me mandarem suas fanfics/livros/contos para mim que farei sua resenha com prazer, ando notando cada gente talentosa que escreve que eu fico morrendo de inveja e quero me inspirar nessas pessoas, aliás são essas pessoas que me deram a força para escrever o Cold Heart. Tenho algumas história que me mandaram que eu estou devendo de ler, quero comentar sobre elas também, tenho uma que não é yaoi e preciso ler também, não tenham vergonha de me mandar histórias de casais heterosexuais porque eu quero abrir minha mente para essas histórias também kkkk.

 

Então é isso amores, espero ter falado tudo e trago mais capítulos arrumadinhos. ❤

2

Um sentimento sobre meu trabalho.

Olá meus lindos.

O site ficou parado de novo por uns tempos porque meu ritmo ficou lento e a cada dia fico com mais sentimento de culpa, eu já senti uma grande culpa quando uma vez vi um vídeo da Lorelay Fox comentando sobre o dia do lançamento do livro dela e do dia da parada LGBT que eu também fui. ^^’ Confiram pq é muito bom:

Ele conta do quanto ama o seu trabalho e o quanto consegue conquistar as pessoas com o seu drag e é realmente o que me sinto com os meus desenhos, eles fazem tão bem para mim (pq quando estou triste e rejeitado isso me ajuda muuuito) eu de alguma forma consegui conquistar as pessoas com ele, meu trabalho e minhas lutas, vários leitores maravilhosos falam comigo e eu fico assim: Uaaau, eu não consigo nem imaginar, eu só desenho para mim e sei lá quem vai estar lendo, pq não tenho noção do meu público. E ver esse tanto de gente comentando, é uma coisa surreal. No final do vídeo ele falou o que eu estou me sentindo esses meses, desestimulado, cansado, sem vontade. Mas não sinto isso por me preocupar com o futuro ou se meu mangá está vendendo ou não, acredito no meu futuro sim, só estou um pouco cansado relacionado aos meus desenhos e acabo deixando de lado e isso está me corroendo por dentro e triste, e acabo deixando mais de lado e agora estou aqui morando com a Samara no fundo do poço. xD

Esses últimos dias também vem se tornando bem louco porque estou saindo da minha zona de conforto e conhecendo muitas pessoas diferentes, deixando de ser aquele Henrique de sempre e vivendo um pouco minha vida que achava sem graça.

Um amigo desenhista maravilhoso do blog Meu Pequeno Universo Particular me marcou em uma foto muito curiosa, meu blog apareceu no mural de sites da revista Neo Tokyo, na página do Facebook de Tatsu Estúdio estavam falando que eles apareceram e em baixo tem um print do meu blog e um pedaço da página Uma Doce Aposta.

13501621_616176615212678_3215875602938352547_n

Me senti um lixo por dentro de novo, sendo divulgado enquanto não estava desenhando e o blog estava parado e sem assunto. Mas eu fico muito contente, muuuuito feliz que ainda o pessoal se lembrem de mim. Me sinto tão estranho porque as vezes eu nem sei por onde você é falado por aí na internet sendo bem ou ruim e quando sei dessas coisas fico tãão sem graça, mas o bom é que estou fazendo certo kkkkk. Só fico bravo comigo mesmo por não ter dado tanto esforço como deveria e eu devia mesmo era levar um puxão de orelha! Poxa, eu estou indo bem, não tem nada me impedindo de desenhar, só a mim mesmo, o meu desânimo que estraga tudo. Vejo essas pessoas talentosíssimas desenhando e penso: Como eu sou preguiçoso. x_x

Vou comprar essa revista pra guardar esse momento histórico hahahaha, quando chegar eu posto uma imagem melhor aqui, pq estou muito curioso do que está escrito alí embaixo. Para a minha sorte, esse estúdio disse o número da edição e encontrei facilmente pelo site da editora, para quem quiser, só clicar na imagem. Eu não sou de comprar revista, então eu nunca saberia que meu blog apareceu lá, quem sabe o tanto de vezes que meu blog apareceu por aí ou o tanto que fui comentado por aí? Muito obrigado Desinho!!! Muito obrigado a todos. Realmente depois disso e desse meu desabafo prometo que vou melhorar e me esforçar muito mais, porque tem um moooonte de coisa para fazer. >_<

Para quem não sabe, meu aniversário está chegando e vai ser dia 12/07, estou fazendo 22 aninhos, incrível como o tempo passa não é mesmo? Por isso resolvi criar uma série de imagens como contagem regressiva usando como referencia uma cantora chamada Maaya Sakamoto, ela manda todo mês um cartão bem colorido com mensagens e divulgação de seus singles ou trabalhos com alguns desenhos de seu rosto e outras coisas, estou postando aqui no instagram aqui do lado para quem quiser acompanhar. 😉 No dia do meu aniversário prometo aparecer por aqui!

Beijos! Muito obrigado.

 

0

Review – O Príncipe de Wonderland

Ola pessoas!! Desculpe não trazer novidades nenhuma sobre meu Estúdio porque infelizmente meus projetos ainda estão em produção, muita coisa ainda para colocar em andamento, mas terei muitas novidades depois, prometo!

Fiz esse post porque quero fazer uma divulgação e recomendação de leitura nacional que acabei encontrei pelo facebook. Uma fanzine chamada O Príncipe de Wonderland escrita por Nick Narukame e Arte por Jully Vallentine.

11994458_451247501748608_343857677_n

Vi pelo facebook que elas estavam vendendo exemplares dessa fanzine e pensei, opa vou comprar por que essa capa realmente me atraiu. O que mais me impressionou é com a facilidade de ela conseguir vendê-los em eventos e pela internet, se fosse eu ia demorar séculos só arrumando um jeito de como chegar até meus leitores.

O que mais me chamou atenção nessa capa sem dúvidas sãos os personagens, o seme loiro de trás que se chama George ser um cara grande e musculoso, gosto de semes assim e o Uke que se chama Érick ser um uke fofo, lindo de vontade de morder. Gostei também dos detalhes das roupas e armadura, são muitas dobras que queria aprender a fazer e pegar o jeito; os cabelos detalhados que estou sofrendo em um dos meus projetos; e os belíssimos olhos, que olhares sexy. Muito lindo.

Só acredito que elas poderia fazer uma fonte um pouco mais chamativa, essas fontes estão um pouco simples e não combina com o grandioso desenho. Como fala sobre Wonderland eu acho que fica lindo se ela usasse fontes fantasiosas ou letras onduladas. Outra coisa também é ter colocado os seus nomes embaixo de preto que ficou um pouco apagado e colocar os créditos no trabalho é importante e precisa de destaque. ^^

11996971_451247378415287_2139403308_n

Olhe esses detalhes meu Deus. Esse não é um mangá, é tipo uma novel da mesma forma que fiz com Cold Heart (Texto e algumas imagens).

A história conta de um reino há muito tempo atrás em Wonderland antes da história de Alice onde a rainha tem uma obsessão pelo bem do seu único filho Érick e em uma certa idade já desejou que o filho tivesse uma noiva para suceder o reinado. Ficou sabendo que uma princesa que vivia presa em uma torre protegida por um dragão esperando que um príncipe a busque e se case. Como toda boa história tenho certeza que isso não será como todos previmos, Érick conta com a ajuda do seu amigo cavalariço com treinos de esgrima. E com esses dois juntos tudo fica bem confuso e vocês terão que comprar a fanzine para entender o que estou dizendo. kkk

Eu confesso que nunca gostei da história de Alice porque para mim não fazia sentido nenhum, pois parecia história de gente doida. Mas eu admiro muito quem faz histórias usando Alice como tema, além de ser difícil é um cenário lindo. Essa fanzine é perfeito porque é um conto de fadas BL e isso me lembra da série Onde Upon a Time. Amo os looks de Wonderland e a desenhista arrasou fazendo as roupas dos personagens.

11998343_451248081748550_624791648_n

É uma pena que o volume 1 é bem curtinho, mas a leitura não é cansativa e é uma delícia de ler. Uma coisa que queria comentar é sobre como as fanzines foram impressas, os papéis são muito finos que infelizmente deixou o texto e os desenhos aparecendo entre uma folha e outra, eu aconselho que elas usem algumas folhas um pouco mais grossas, pode sair caro para ambos, mas dá um bom resultado. Eu não sei muito bem sobre esse assunto de impressões porque nunca trabalhei com isso ainda, mas acho incrível que elas já dão caras a tapa e vendem os seus talento por aí como podem, super admiro. Super amei que a fanzine veio com plásticos bem fechados e com um brinde dos personagens principais em versão chibi em figurinha, achei isso incrivelmente profissional. ❤

11997464_451247901748568_1514121222_n

Super me orgulho dar apoio para os desenhistas e roteiristas nacionais BL porque acredito que elas podem ir longe e realmente desejo que aumente o numero de artistas de BL/Yaoi. Por favor gente, desenhem yaoi sem medo, é muito bom e prazeroso!

Nessa história quero Lemon! Mentira, mesmo não tendo lemon vou continuar amando e acompanhando.11998620_451248128415212_1974827638_n

 

Para adquirir uma cópia é bem simples, basta entrar em contato com elas na Página do Facebook por mensagem que elas respondem e te explicam como fazer o pagamento (Que é super simples e todo mundo pode fazer sem problemas) e elas mandam por correio para vocês. Recomendo porque é bem baratinho e vale a pena!

O único problema que tive é a ansiedade para o correio chegar, sério demorou. kkkk

11997259_451248001748558_1523800798_n

Graças a essa fanzine me trouxe uma ideia bem bacana de outros meios de pagamento de comprar meus mangás sem ser pelo Pagseguro que é um saco com algumas burocracias, é depósito direto na minha conta que facilitaria a vida de todos. Basta entrar em contato comigo pelos facebook ou por mensagem se tiverem interessados! (Por que não pensei nisso antes?) Farei isso com os projetos futuros, tenho muito coisa para colocar em andamento que estou quase tendo um enfarto. Hahaha.

Para aqueles que também desenham yaoi comentam embaixo, deixe eu dar uma olhada. Dou super apoio para artistas que desenham yaoi!

Então é isso, muito obrigado por ler essa review e espero que tenho gostado e se interessado. Logo volto com novidades ou novos reviews!

Bye Bye!!

0

Treinando pintura digital

Olá, comecei a treinar a pintura digital ontem por esse vídeo aqui em baixo.

Muito interessante que aprendi algumas coisas que não sabia no programa. Mas não consegui fazer exatamente igual do vídeo e acabei fazendo do meu jeito, ficou mais ou menos, mas vou continuar treinando, o cabelo eu treinei pelo tutorial em uma imagem do Deviantart e os olhos com o pouco que aprendi em alguns video fiz do meu jeito também, o olho foi mais complicado encontrar porque nenhuma me agrada e combine comigo. Mas melhor que pintura do mouse ele ficou, estou feliz. Treinei no personagem Alex do mangá Uma Doce Aposta, meu mangá que usei em uma história clichê de romance de escola.

Alex

Estou lento na produção de novo, infelizmente. Mas nada com que se preocupar. A única coisa que atrasa meus projetos são meus dias de desânimo, mesmo querendo lançar alguma coisa logo decidi ir com calma, quero ir devagar e caprichar o máximo que posso, fora que estou treinando minha anatomia para quando desenhar cenas quentes de yaoi. *¬*

Estou reclamando menos esse ano comparado ao ano passado e 2013, é muito bom trabalhar em seu próprio computador e ouvir músicas novas à vontade, mesmo com familiares na orelha jogando indireta para todo lado. Antes quando eu trabalhava no computador do meu irmão me dava uma culpa incômoda como: eu estou usando o computador demais do meu irmão, ele vai reclamar; computador está uma merda, culpa minha, vai encher o saco; ocupei espaço demais. Minha relação com meu irmão não é das boa, sempre brigamos por coisas que incomoda um ao outro. Vamos combinar que meu irmão é severo demais e fez uma coisa que eu nunca vou perdoá-lo, mas enfim é irmão néh, com o tempo temos que nos entender…

Próximo passo é colorir as capas dos novos mangás, estou demorando porque estou fazendo mais de um mangá, sei que é errado, mas me ajudar a progredir, ficar só em um desenho cansa e desanima, por isso desenho em um e outro e por aí vai. Tenho também que trocar o cabeçalho do blog, da página do facebook… Meus deus quanta coisa. Bora desenhar. ^^

Tchau gente!

0

Dicas de como escrever suas histórias. #001

Olá, pensei nessa ideia esses dias, gostaria de compartilhar com vocês umas dicas muito boas e interessantes que recebo no amazon de como escrever suas histórias, tenho certeza que vão ajudar vocês como me ajudou.

Paola Bracho escrevendo 01

O estranho na sala

Por Richard Ridley

Para conhecer verdadeiramente os seus personagens, você tem que passar um tempo com eles fora do livro – longe do enredo e ambiente aos quais estão acostumados. Você tem que arrancá-los do conforto de suas histórias e jogá-los em uma situação desconhecida para entender o que os motiva.

Um dos exercícios de construção de personagem mais comuns quando eu estava tendo aulas de escrita criativa era imaginar um cenário onde seu personagem é um estranho em uma sala cheia de pessoas. Conforme ele ou ela evolui em cena, os outros irão julgá-lo com base em sua aparência e nas situações desconfortáveis em que ele se coloca. Como o seu personagem irá responder? O que ele ou ela irá falar ou fazer? Como o seu personagem irá julgar os outros na sala?

O ambiente mais comum para este exercício é um refeitório de escola. Muitos de nós temos lembranças de entrar no refeitório pela primeira vez e fazer um reconhecimento do terreno, físico e social. Se você já foi um garoto novo na escola, é provável que essa lembrança seja especialmente viva para você. Pode ser uma memória traumatizante para alguns, emocionante para outros. Em que ponto do espectro o seu personagem irá cair?

Não precisa ser um refeitório de escola. Pode ser a sala de descanso do trabalho ou uma festa ou qualquer outro lugar. É você quem decide, mas para elaborar verdadeiramente o seu personagem e mergulhar profundamente em sua psique, certifique-se de que ele ou ela é o único estranho na sala. O estresse de ser desconhecido é uma ótima maneira de ver o seu personagem sob uma nova perspectiva.

Fonte: CreateSpace.com

Isso me lembra que tenho que dar andamento na novel Cold Heart, mas tenho tanta coisa pra digitalizar que estou até passando mal de tanto desenhar. >.< Estou ansioso pra terminar algum projeto que estou até evitando de assistir série e animes. Para vocês terem uma ideia, eu fiz um quadro de andamento dos meus mangás, a semana passada registrei pouco número, fiquei tão ocupado arrumando o botão do Pagseguro e a loja do meu blog que acabei me atrasando, bora desenhar dessa vez e essa semana vou dar o melhor de mim!

Espero que tenham gostado da dica e ajudado, vou trazer mais depois para ajudarem em suas fics ou roteiros! Bora escrever Yaoi! ^^

tumblr_m99w8zr0EO1qzi3hx